O áudio invisível: uma análise ao podcast dos jornais portugueses

Autores

  • Ana Isabel Reis Faculdade de Letras da Universidade do Porto

DOI:

https://doi.org/10.21814/rlec.301

Palavras-chave:

Áudio, jornais, jornalismo, podcast, rádio

Resumo

Desde os primórdios da internet que o som nos conteúdos jornalísticos ocupa um lugar secundário ou acessório. O subaproveitamento do som no ciberjornalismo tem sido reconhecido por académicos e profissionais, e só mais recentemente os jornais portugueses parecem ter-se apercebido das potencialidades do som e começado a produzir conteúdos sonoros exclusivos que distribuem em podcast. Este estudo incide em três jornais portugueses de informação geral (Público, Expresso e Observador), os únicos em que foram encontrados podcasts atualizados. Nesse sentido, serão analisados os produtos sonoros disponibilizados nos respetivos sites dos três jornais, nas suas contas no Soundcloud e no iTunes. O objetivo é caracterizar o áudio em podcast destas publicações para perceber como um jornal em ambiente digital desenvolve produtos sonoros e se contém elementos distintivos que possam revelar uma identidade própria. Perante as possibilidades do aproveitamento do áudio e do podcast uma das conclusões deste estudo é a de que depois de um momento de tímido investimento nos conteúdos áudio, de avanços e recuos na última década, os jornais começaram finalmente, a apostar no som embora ainda de forma exploratória e muito próxima do produto radiofónico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2018-06-29

Como Citar

Reis, A. I. (2018). O áudio invisível: uma análise ao podcast dos jornais portugueses. Revista Lusófona De Estudos Culturais, 5(1), 209-. https://doi.org/10.21814/rlec.301

Edição

Secção

Ecos da imaginação, da identidade e do real