“TUDO O QUE SABEMOS, SABEMO-LO ENTRE TODOS” “AQUELA SEGUNDA OPORTUNIDADE SOBRE A TERRA” - algumas palavras para não faltar completamente

Autores

  • Jesús Martín-Barbero Universidad Nacional de Colombia

DOI:

https://doi.org/10.21814/rlec.51

Palavras-chave:

Colonialismo, pós-colonialismo, globalização, cidadania, hegemonia

Resumo

A presente intervenção, originalmente destinada à abertura do IV Congresso Internacional em Estudos Culturais – Colonialismos, Pós-colonialismos e Lusofonias, procura sublinhar o que entendemos por descolonizar o pensamento instabilizando o que julgamos já saber sobre as nossas próprias culturas, sublinhando o quanto as novas tecnologias, agora apropriadas por grupos de cidadãos subalternos podem construir uma contra-hegemonia global. Nesta breve reflexão, aprofunda-se a ideia de que o hipertexto configura hoje a possibilidade de uma ‘brecha cognitiva’ que deslocaliza a centralidade dos saberes e contribui para ultrapassar o que, desde há dois séculos a esta parte, tem sido no Ocidente o monoteísmo racionalista do cientificismo e o mercantilismo que o rentabiliza.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-06-17

Como Citar

Martín-Barbero, J. (2014). “TUDO O QUE SABEMOS, SABEMO-LO ENTRE TODOS” “AQUELA SEGUNDA OPORTUNIDADE SOBRE A TERRA” - algumas palavras para não faltar completamente. Revista Lusófona De Estudos Culturais, 2(1), 4-6. https://doi.org/10.21814/rlec.51