Chamada de trabalhos | Vol. 6, nº 1 | Cinema, Migrações e Diversidade Cultural

 

 

Editores: Rosa Cabecinhas, Isabel Macedo (Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, Universidade do Minho, Portugal) & Renné França (Instituto Federal de Goiás, Brasil)

A maior visibilidade de cineastas com um percurso migratório e um interesse crescente nas dinâmicas transculturais tem vindo a transformar o cinema nas últimas décadas. Representações de experiências migrantes e das relações interculturais têm assumido uma posição de destaque nas narrativas cinematográficas. Juntamente com uma mistura de paradigmas estéticos não-ocidentais ou não-europeus, estas novas influências mudaram e revitalizaram o cinema contemporâneo.

A diversidade cultural incentivou a dispersão de significados fixos em múltiplas variações interpretativas. O cinema tem abordado questões de formação de identidades, desafiando mitos nacionais e etnocêntricos, revisitando e contestando narrativas históricas hegemónicas. A perceção da migração como ‘fenómeno’ cinematográfico intensifica-se com a integração desta realidade nas agendas políticas, culturais e mediáticas.

Trata-se de um cinema que coloca em tensão signos e narrativas a partir da intersecção cultural refletida na obra ao longo de todo o processo de produção. Novos sentidos que se articulam e se inserem no próprio fazer fílmico e se revelam em produções que dialogam com e questionam o contexto em que se encontram.

Este número da RLEC aceita trabalhos que explorem o modo como o cinema representa, interpreta, desconstrói narrativas sobre o passado e o presente das relações interculturais. Estudos que analisem o papel do cinema enquanto instrumento contra-hegemónico, de reflexão e aprofundamento do conhecimento sobre o “Outro” são bem-vindos.

De entre os possíveis, mas não exclusivos, tópicos de análise, constam os seguintes:

- Cinema, passado colonial e memória

- Cinema e políticas de diversidade cultural

- Migrações e culturas cinematográficas

- Cinema e fronteira

- Cinema e relações internacionais

- Cinema, migrações e educação

- Cinema, destinos e regressos

- Indústrias culturais e cinema migrante

- Vozes intergeracionais no cinema

- Cinema, interseccionalidade e estudos de género

- Cinema, identidade e alteridade

 

 

DATAS IMPORTANTES

Data-limite de submissão: 14 de setembro de 2018

Notificação das decisões de aceitação: 30 de novembro de 2018

Data de publicação da revista: junho de 2019

 

A Revista Lusófona de Estudos Culturais/Lusophone Journal of Cultural Studies é uma revista arbitrada por pares e opera num processo de dupla revisão cega. Cada trabalho submetido será distribuído a dois revisores previamente convidados a avaliá-lo, de acordo com a qualidade académica, originalidade e relevância para os objetivos e âmbito da temática desta edição da revista (www.rlec.pt).

Os artigos podem ser submetidos em Inglês ou Português. Findo o processo de revisão por pares, os autores dos artigos selecionados deverão assegurar a tradução do respetivo artigo, cabendo aos editores a decisão final sobre a publicação do mesmo.

Os originais deverão ser submetidos através do website da revista (www.rlec.pt). Se está a aceder à Revista Lusófona de Estudos Culturais/Lusophone Journal of Cultural Studies pela primeira vez, deve registar-se para poder submeter o seu artigo (indicações para se registar aqui). O guia para os autores pode ser consultado aqui.

Para mais informações, contactar: rlec@ics.uminho.pt