Pós-verdade, neoliberalismo e cinismo institucional

Autores

  • Sergio Amadeu da Silveira Universidade Federal do ABC

DOI:

https://doi.org/10.21814/rlec.243

Palavras-chave:

Cinismo institucional, pós-verdade, jogos de verdade, neoliberalismo, Brasil

Resumo

Este texto trata da conjuntura política brasileira e do processo que redundou no golpe de Estado que destituiu a presidente eleita Dilma Rousseff. Articulando as noções de regime de verdade, práticas discursivas e política de escândalo, o texto avança na descrição da formação de uma articulação das classes dominantes, corporações da mídia, Ministério Público e Poder Judiciário para destruir as possibilidades eleitorais das forças de esquerda no Brasil, abrindo caminho para a implementação do receituário neoliberal. Apropriando-se principalmente da ideia do combate à corrupção, os velhos esquemas do poder econômico organizam a construção de discursos e ações de Estado que compõem o cinismo institucional como política de Estado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2017-12-28

Como Citar

Silveira, S. A. da. (2017). Pós-verdade, neoliberalismo e cinismo institucional. Revista Lusófona De Estudos Culturais, 4(2), 85-. https://doi.org/10.21814/rlec.243