Casamentos invertidos: acusações e preconceitos em arranjos conjugais desviantes

Autores

  • Mirian Goldenberg Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.21814/rlec.86

Palavras-chave:

Gênero, corpo, envelhecimento, casamento, família

Resumo

Por que determinados homens se casam com mulheres mais velhas? Por que algumas mulheres escolhem homens mais jovens? Quais são os principais capitais desses arranjos conjugais? Este artigo busca analisar os discursos femininos e masculinos sobre casamentos nos quais as mulheres são mais velhas do que seus maridos. Utilizo como base para reflexão os dados da pesquisa “Corpo, envelhecimento e felicidade”. São analisados os resultados de dois grupos focais: o primeiro com doze mulheres casadas com homens mais novos, o segundo com dez homens casados com mulheres mais velhas. Após os grupos, foram realizadas nove entrevistas em profundidade, cinco com homens e quatro com mulheres. Trabalhei com casais que estão juntos há pelo menos dez anos. Elas são, pelo menos, dez anos mais velhas do que seus maridos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2015-06-18

Como Citar

Goldenberg, M. (2015). Casamentos invertidos: acusações e preconceitos em arranjos conjugais desviantes. Revista Lusófona De Estudos Culturais, 3(1), 123-. https://doi.org/10.21814/rlec.86