Musicalidades da língua portuguesa: introdução a uma sonoridade fonética e acústica da lusofonia

Autores

  • Teresa Costa Alves Universidade do Minho

DOI:

https://doi.org/10.21814/rlec.299

Palavras-chave:

Cultura lusófona, géneros musicais, lusofonia, música popular, sotaque

Resumo

A lusofonia engloba o espaço onde a língua portuguesa é falada e entendida como a língua mãe da comunicação entre os que nele habitam. Trata-se de uma paisagem linguística que contempla sonoridades tão distintas quanto a diversidade dos países que compõem o espaço lusófono. A pluralidade de sotaques e de géneros musicais, produto colonial de um tempo que não ficou apenas na história, reflete uma panóplia de possibilidades auditivas na tentativa de sintetizar uma mediapaisagem sonora da lusofonia. Este espaço de contrastes, tanto do ouvido como da representação dos países de expressão em língua portuguesa nas instâncias lusófonas, é o principal objeto de reflexão deste artigo, num recorte acústico das sonoridades da língua e da música de países de expressão lusófona que têm vindo, ao longo dos tempos e de forma particular, a criar particularidades fonéticas que distinguem os falantes do Português num mundo lusófono de quase 300 milhões de falantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##submission.downloads##

Publicado

2018-06-29

Como Citar

Alves, T. C. (2018). Musicalidades da língua portuguesa: introdução a uma sonoridade fonética e acústica da lusofonia. Revista Lusófona De Estudos Culturais, 5(1), 171-. https://doi.org/10.21814/rlec.299

Edição

Secção

Ecos da imaginação, da identidade e do real