Lusofonia no cinema

Autores

  • Benalva da Silva Vitorio Universidade Católica de Santos

DOI:

https://doi.org/10.21814/rlec.382

Palavras-chave:

Cinema, memória, migrações, lusofonia

Resumo

Sonhar e escrever. Assim, comecei este artigo, no qual as lembranças me transportaram em uma viagem metafórica ao mundo do cinema para refletir sobre Migração e Lusofonia, contemplando os intrincados caminhos do processo de identidade e alteridade. Com apoio metodológico da Autoetnografia e da Análise de Discurso da Escola Francesa, a construção discursiva representa desenho da vida de imigrantes tecida por fios de pertenças. Assim, o filme luso-brasileiro Terra estrangeira, como objeto simbólico de análise, representa o entrelaçamento entre o desencanto no Brasil do Plano Collor e a esperança de sujeitos fronteiriços em Portugal, lusófonos na busca da concretização de seus sonhos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##submission.downloads##

Publicado

2019-06-26

Como Citar

Vitorio, B. da S. (2019). Lusofonia no cinema. Revista Lusófona De Estudos Culturais, 6(1), 87-99|101. https://doi.org/10.21814/rlec.382